fbpx

Porque é que algumas pessoas nunca ficam doentes?

Publicado o 3 Fevereiro, 2020

Partilhar:

Toda a gente conhece alguém que nunca fica doente. Parece um mistério que todos à sua volta se deixem fulminar por um vírus como o da gripe e que essas pessoas nem se rendam a um único espirro. Contudo, não é milagre nenhum: há, aliás, razões científicas que explicam o facto de algumas pessoas nunca adoecerem.

O primeiro fator que é preciso ter em conta é a genética. A herança genética que os nossos antepassados nos deixaram tem um grande peso na força do nosso sistema imunitário.

E da mesma forma que há muitas pessoas que nunca contraem doença alguma, também há outras que têm tendência a apanhar uma gripe pelo menos uma ou duas vezes por inverno. Por outro lado, como todas as pessoas são diferentes, é possível que umas tenham um sistema imunitário mais sensível a certas enfermidades, enquanto outras têm um sistema imunitário mais forte.

Por outras palavras, há pessoas que têm elevados níveis de imunidade quando enfrentam a uma certa infeção ou vírus, ao mesmo tempo que são tão vulneráveis quanto os demais a outras doenças.

 

sistema-inmunologico-nino-termometro-emitium

O que é o sistema imunitário?

O sistema imunitário é o sistema que se responsabiliza por defender o seu organismo de agentes patogénicos ou infeciosos procedentes do exterior, como as bactérias e os vírus.

 

sistema-inmunologico-chica-oficina-frio-emitium

O sistema imunitário depende da genética e de muitos outros fatores

Mas não pense que a genética é o único fator capaz de o proteger ou que é inabalável. Aliás, o curioso é que alguns estudos recentes demonstraram que certos hábitos de vida podem influenciar o que, à partida, é determinado pela própria genética.

Por isso, sim, é possível fortalecer o seu sistema imunitário. E quem sabe não é mesmo esse um dos segredos dessas tais pessoas que parecem nunca adoecer.

Quer isto dizer que, embora o seu sistema imunitário possa ser mais débil, há certos hábitos que podem torná-lo muito mais resistente. Dessa forma, com o tempo, o seu organismo conseguirá proteger-se melhor de agressões como a gripe ou a ação dos fungos de uma piscina. 

 

Emitium fortaleça as suas defesas

 

Por exemplo, diversos estudos têm vindo a analisar a relação entre o stress e o enfraquecimento do sistema imunitário. Mas há muito mais em jogo: a alimentação, a estabilidade psicológica e certos hábitos de vida saudável podem ter um impacto positivo no modo como o nosso corpo nos protege.

De seguida, sintetizaremos os cinco hábitos mais importantes para fortalecer o sistema imunitário.

 

higiene-sistema-inmune-emitium

Tenha uma boa higiene, mas nunca em excesso

O segredo está no equilíbrio. A higiene é importantíssima para que nos possamos proteger da ação dos germes: um duche diário, uma frequente ventilação da casa, lavar as mãos antes das refeições etc.

Contudo, quando deixa de ser um hábito e se transforma numa obsessão, a hiegene pode acabar por ser contraproducente. E porquê? Porque se lavar as mãos em demasia, estará a eliminar uma parte da microbiota cutânea, isto é, uma parcela das bactérias benignas que estão presentes na sua pele e que o ajudam a proteger-se dos agentes patogénicos.

Além disso, deve ter em conta que, para que o seu sistema imunitário se mantenha ativo, é necessário expô-lo a agentes externos. Só assim é que o seu organismo é capaz de criar defesas.

Por essa razão, há certas medidas que pode tomar. Por exemplo, lavar as mãos apenas ao chegar a casa e antes de comer, mas não de forma obsessiva, de meia em meia hora.

O mesmo se aplica quando estiver a lavar vegetais. Especialmente no caso dos que crescem debaixo de terra, não é necessário que os deixe reluzentes. E se ainda assim restarem alguns pequenos pedaços de terra — pequenos! — nas pregas das cenouras, não há problema. Na verdade, essas pequenas quantidades dessas (aparentes) impurezas até contribuem para o enriquecimento da sua microbiota intestinal.

 

mujer-estresada-sentada-sistema-inmunitario

Evite o stress 

Se julga que o que sente não tem qualquer impacto no seu corpo, continue a ler este artigo. O stress é uma resposta do corpo a uma situação de tensão, que influencia o seu estado de espírito e o seu bem-estar emocional. Assim, diante de níveis elevados de stress, o corpo reage.

Entre outros fatores, o stress debilita o sistema imunitário. Por isso, é importante que o evite para que possa fugir à expetoração, às constipações e até às gripes.

Mas como evitar o stressComece por identifcar a fonte desse seu estado de espírito. É capaz de evitar ou reduzir o que provoca esse stress? Se o puder fazer, adiante! A sua saúde agradecerá!

Se não conseguir evitar ou reduzir a sua fonte de stress, procure formas de se desligar do dia a dia em momentos de tranquilidade.

Evite as pressas e organize bem o seu tempo de forma a evitar improvisações que acabem por o sobrecarregar. Dedique tempo a si mesmo e às atividades que o fazem sentir-se bem. Por fim, é importante que descanse adequadamente para que possa escapar à fadiga e ao cansaço ao longo do dia.

 

 

alimentacion-saludable-sistema-inmunitario

Alimente-se corretamente

A alimentação é um elemento fundamental quando em causa está o seu bem-estar físico e mental. É ela que o vai ajudar a manter uma flora intestinal saudável e preparada para defender o seu organismo de agressões externas.

70% das células que fazem parte do nosso sistema imunitário encontram-se no intestino. É a esse conjunto de células que chamamos microbiota ou flora intestinal. E é necessário que cuide bem dela, favorecendo o bom desenvolvimento das bactérias benignas que a constituem.

Mas a que é que nos referimos quando falamos de comer bem? Referimo-nos, principalmente, a:

  • Eliminar alimentos e substâncias potencialmente nocivas da sua dieta, como é o caso dos alimentos ultraprocessados, dos fritos e das gorduras saturadas, das farinhas brancas, do álcool, dos açúcares adicionados, dos alimentos com aditivos artificiais etc.
  • Manter uma dieta equilibrada, com base no consumo de vegetais e que inclua proteínas, gorduras insaturadas e hidratos de carbono complexos (como é o caso dos cereais integrais, entre outros).
  • Aumentar o consumo de alimentos que contenham probióticos. Os probióticos estão presentes nos produtos fermentados como os iogurtes, o quefir, os picklesou a kombucha.

 

Uma vez que tenha melhorado a sua dieta, é importante ter em conta que, ainda assim, talvez necessite de uma ajuda extra para manter a sua microbiota forte e sã.

Aumentar o consumo de alimentos ricos em probióticos é um bom princípio, mas nem sempre é o suficiente. No entanto, os probióticos que mais capazes são de ajudar a controlar a sua flora intestinal são difíceis de conseguir encontrar nos alimentos. Além disso, quando são consumidos por meio dos alimentos, os microrganismos tendem a não chegar vivos ao intestino – o lugar onde deveriam cumprir a sua função. E isso porque tendem a não sobreviver ao contacto com os ácidos que atuam durante a digestão.

Nesse sentido, Emitium® Imunologia pode ajudá-lo, já que é um suplemento alimentar com dupla ação que contém probióticos especialmente selecionados para facilitar o fortalecimento do seu sistema imunitário.

Esses probióticos ajudam a fortalecer a sua microbiota intestinal, de modo a que o seu organismo esteja preparado para se defender de agressões externas como a gripe ou a gastroenterite.

 

Dos-personas-haciendo-deporte-emitium-inmunologia

Pratique desporto com regularidade

A prática regular de atividade física fortalece o seu sistema imunitário de diversas formas. Para começar, reduz a produção das hormonas que provocam o stress e já vimos a influência que esse estado de espírito nervoso consegue ter no nosso organismo.

Ademais, ao praticar desporto, o corpo experimenta uma mudança de temperatura que ajuda a impedir o crescimento bacteriano. Quer isto dizer que, se sente que está a chocar algo feio, vá a correr para o ginásio. Talvez ainda esteja a tempo de reverter os danos.

Além disso, a forma como respira enquanto faz exercício contribui para eliminar bactérias das suas vias respiratórias e dos seus pulmões, o que reduz a possibilidade de contrair gripe ou de se constipar.

Por fim, a prática de exercício físico regular ajuda a reduzir o stress, pelo que, nesse sentido, também estará a melhorar a saúde do seu sistema imunitário.

Necessita de mais razões para se tornar num verdadeiro desportista? Inscreva-se no ginásio, saia para dar uma corrida ou vá a uma aula de zumba. Mexa o seu corpo ao som da música de que mais gosta. Mas mexa-o!

 

bascula-peso-saludable-sistema-inmunitario

Mantenha um peso saudável

O desporto e uma alimentação saudável ajudam-no a manter um Índice de Massa Corporal adequado ao seu peso e altura.  Porque é precisamente quando uma pessoa tem peso a mais ou a menos que muitos aspetos se desequilibram — entre eles, o funcionamento do sistema imunitário.

É por isso (e por outras mil razões) que é tão importante manter uma alimentação saudável e fazer exercício físico com regularidade (e melhor ainda se for ao ar livre). Com eles ajuda a manter o seu peso equilibrado e, consequentemente, auxilia a sua microbiota a manter o seu organismo forte e preparado para se defender de ataques externos.

 

Como fortalecer, de facto, as suas defesas

Se seguir estes cinco conselhos, aumentará a saúde da sua flora bacteriana. E se quiser garantir que a sua microflora está realmente mais resistente, pode sempre recorrer a um suplemento como o Emitium® Imunologia.

Emitium® Imunologia é um suplemento alimentar cuja fórmula única atua sobre o sistema imunitário por meio da sua dupla ação. Por um lado, fornece probióticos especialmente selecionados para fortalecer a flora intestinal de forma a que esta esteja preparada para enfrentar agressões externas como as causadas pelos vírus.

Por outro lado, fornece vitaminas, minerais e extratos vegetais que contribuem para fortalecer o sistema imunitário e que têm propriedades imunoestimulantes.

Emitium® Imunologia é um produto único no mercado porque une a ação dos probióticos à dos nutrientes que, em conjunto, ajudam o seu organismo a alcançar uma proteção muito mais completa. Por outro lado, as cápsulas de Emitium® Imunologia são de libertação prolongada, o que assegura que os probióticos resistam aos ácidos do estômago e cheguem ativos ao local onde têm mais efeito: o intestino.

Tem alguma dúvida? Consulte-nos nos Comentários ou nas nossas redes sociais. Facebook e Instagram.

Partilhar:

Categorías

Como conseguir EMITIUM Imunologia?

EM FARMÁCIAS

Com o código C.N.P. 6464925

2 caixas ou mais: envio grátis

Tem dúvidas? Lhe ajudamos:

Também pode interessar-lhe…

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *